Com cavalo de Paolo Guerrero, Jorge Ricardo vence pela 3ª vez o GP São Paulo de turfe - Esporte Jundiaí

Propagandas

Com cavalo de Paolo Guerrero, Jorge Ricardo vence pela 3ª vez o GP São Paulo de turfe

Atual detentor do recorde de vitórias da história mundial de turfe, o jóquei Jorge Ricardo faturou pela terceira vez o Grande Prêmio São Paulo de turfe, que ocorreu neste domingo, no Jockey Clube de São Paulo, no hipódromo de Cidade Jardim. Jorge Ricardo pilotou Head Office que venceu a prova com uma ultrapassagem sobre Novo Sol a 300 metros do fim. Head Office é de propriedade do Stud Alessio & Naela, que tem como dono o atacante Paolo Guerrero, do Internacional, e com passagens por Flamengo e Corinthians.

Novo Sol e Head Office comandaram as ações do GP São Paulo 2021 desde os primeiros metros. Os "cariocas", George Washington, em busca do bicampeonato, e Olympic Impact, jamais deram fila de vir brigar em parte alguma do percurso. Outro esperado, Will Meyers figurou na primeira parte do percurso, mas na reta não mostrou força para desalojar os dois primeiros.

Novo Sol entrou na reta de chegada (500m do disco) na frente, com Head Office na sua escolta. Numa fantástica briga de gerações, não por nada os dois maiores ganhadores do final de semana, com duas vitórias em provas de grupo 1 (as mais importantes do circuito) Jorge Ricardo e Bruno Queiroz usaram de todos seus recursos em busca do esperado e desejado triunfo. A juventude de Bruno no dorso de Novo Sol, a experiência de Ricardo, conduzindo Head Office. 

No final, brilhou a eterna "Máquina de Vitórias", Jorge Ricardo e Head Office chegou ao espelho com pescoço de vantagem sobre Novo Sol, que fez uma performance excepcional e venceu a sua corrida de número 13.086 na carreira. 

O ganhador fez a prova em 2min27seg226 - pouco mais de 3 segundos do recorde (2min24seg060, de Quick Road, em 2008). Favorito, Head Offfce pagou R$ 3,90 a cada real apostado nele para vencer a prova. 

Caled, Rasgado de Birigui e Indigo Guerrero fecharam os cinco melhores da prova.


Foto: Jockey Clube de São Paulo - Porfírio Menezes

Postar um comentário

0 Comentários