Contrato de Vagner Mancini não previa pagamento de multa em caso de demissão - Esporte Jundiaí

Propagandas

Contrato de Vagner Mancini não previa pagamento de multa em caso de demissão

Após a derrota do Corinthians para o Palmeiras por 2 a 0, neste domingo, na Neo Química Arena e a segunda eliminação na semana do Timão, desta vez no Campeonato Paulista, a era Vagner Mancini terminou no Corinthians. O contrato de Mancini com o Corinthians era válido até o fim do ano e não tinha multa rescisória.

Desde outubro de 2020 no Timão, o treinador comandou a equipe em 45 jogos, com 20 vitórias, 13 empates e 11 derrotas, aproveitamento de 54%.

A demissão do treinador e de outros dois profissionais da comissão técnica foi anunciada em pronunciamento realizado pelo presidente do clube, Duilio Monteiro Alves.

“Queria aqui comunicar a mudança de comissão técnica, a saída do treinador Vagner Mancini e agradecer muito o seu trabalho, dedicação, junto ao Anderson Batatais e ao Claudio (Andrade, analista). Futebol muitas vezes nos obriga a fazer mudanças. Entendemos que neste momento o Corinthians precisa seguir e mudar sua comissão técnica. Nos próximos dias, depois de conversar com toda a diretoria, a gente anunciará o novo comandante

Postar um comentário

0 Comentários