Edson Fio é demitido do América de Rio Preto por não querer fazer jogo-treino - Esporte Jundiaí

Propagandas

Edson Fio é demitido do América de Rio Preto por não querer fazer jogo-treino

Antes mesmo de iniciar a disputa da Série B1 do Campeonato Paulista, a 4ª divisão, o América de São José do Rio Preto demitiu o treinador campeão da ‘Bezinha’ de 2019 pelo Paulista: o técnico Edson Fio, foi dispensado do clube, que chegou em fevereiro. O motivo é bastante curioso ele não queria fazer jogo-treino com a equipe, ainda em fase de montagem. A informação foi publicada pelo Jornal Diário da Região.

Neste sábado está agendado um jogo do América contra o Mirassol, às 10h, no CT do Mirassol. Segundo o Jornal Diário da Região ocorreu um desentendimento na quinta-feira, um dia depois que o América fez um teste contra o Uberlândia, em Minas Gerais, e acabou perdendo por 3 a 0.

"Eu vinha acompanhando a base, vendo alguns jogadores que pudesse usar no profissional. Aí marcou o jogo, com alguns jogadores do time profissional que o clube tem, contra o Uberlândia, sem o meu comunicado. Tive que ir até lá, fiz meu trabalho, acabou perdendo de 3 a 0, mas sem jogador que eu pedi para contratar", disse Edson Fio ao Jornal Diário da Região.

"Na sequência queria marcar um jogo sábado contra o Mirassol e eu falei para ele que não, que não achava legal esse jogo porque nós não temos uma equipe e que havíamos trabalhado menos que um mês para jogar com uma equipe como o Mirassol, que já vem um tempo no trabalho. Se acontece alguma coisa, a repercussão é grande”, completou.

A negativa do técnico fez o diretor da MT Sports e gestor do América de Rio Preto, Marcelo Boldrin, demití-lo. "Não estou preocupado com resultados em amistosos, agora se meu treinador tem medo de jogar contra o Mirassol, melhor parar. O pessoal está vendo nosso trabalho, estou com a maioria dos jogadores de teste, então se vai tomar dez, vinte, não interessa. Quero ver onde estar a falha e buscar as peças para compor o time. Ele disse que seu nome estaria em jogo, então quer dizer que o América não tem nome, não aceitei essa postura", disse Boldrin ao Jornal Diário da Região.

Fio também era contra a contratação de Antônio Lucas, que comandou o time em 2020, para ser seu auxiliar-técnico. Agora, será Antônio Lucas o interino no teste deste sábado até o clube buscar outro nome. "O Uberlândia foi finalista do Mineiro, está na Série D do Brasileiro e só aos 27 minutos do segundo tempo abriu o placar. Começamos a colocar a molecada, perdemos 3 a 0, mas estamos treinando e vendo onde estão as falhas. Para mim, da forma que ele [Fio] respondeu, que se quisesse colocasse outro, não gostei. A palavra a final é minha", disse Boldrin. "Saio de cabeça erguida, sei que o pouco que eu trabalhei aqui, o que fiz para alguns moleques foi muito bom", emendou Edson Fio.


Foto: Thiago Batista / Esporte Jundiaí

Postar um comentário

0 Comentários