Federação Paulista de Futebol VETA até jogos de base em dois locais de Jundiaí - Esporte Jundiaí Federação Paulista de Futebol VETA até jogos de base em dois locais de Jundiaí

Dal Santo em maio de 2021

Dois locais de Jundiaí estão vetados por parte da Federação Paulista de Futebol e não podem receber jogos de futebol profissional e nem mesmo de futebol feminino, amador e de base em competições organizadas pela entidade. Os campos dos centros esportivos Francisco Dal Santo e Romão de Souza não podem receber jogos organizados por parte da Federação Paulista de Futebol desde a última semana. A Federação soltou uma resolução em 5 de maio vetando 172 estádios e campos em 91 cidades no estado de São Paulo.

Dois foram os motivos por parte da Federação Paulista de Futebol de vetar a realização até mesmo de jogos amadores (futebol feminino e base) no Dal Santo e Romão de Souza: inatividade e ausência de laudos. Se Jundiaí disputasse uma competição amadora como ocorreu entre 2010 e 2011, o Paulista de seleções de ligas, Dal Santo e Romão de Souza não poderiam receber partidas.

Jogos de futebol feminino também não poderiam ser nos locais. Partidas do Paulista e de qualquer clube por torneios sub-11, 13, 15 e 17 da Federação Paulista também não poderiam ser marcadas para o Dal Santo e Romão de Souza.

Romão de Souza em fevereiro de 2020

Para competições amadores, femininas e de base para um local ser aprovado a receber jogos das competições da FPF ter os laudos AVCB e de engenharia. Para competições profissionais, os estádios devem ter também os laudos de prevenção e combate de incêndio, saúde e vigilância sanitária e segurança.

Para ser liberado a partir de agora, o local deve enviar os laudos correspondentes seja apenas para receber jogos profissionais ou amadoras, de base e futebol feminino. Além disso, o departamento de infraestrutura da Federação Paulista de Futebol deverá vistoriar o estádio para avaliação e levantamento de possíveis adequações estruturais a serem realizadas; A partir da referida avaliação, o estádio deverá ser considerado apto e aprovado pelo departamento de infraestrutura. Caso um clube utilize um estádio que não seja de sua propriedade, deve encaminhar o termo de concessão de uso.

 

Cidades próximas

Cidade próxima a Jundiaí, Morungaba também teve um estádio vetado: o Fioravante Frare, por inatividade e ausência de laudos. Também próximo a Jundiaí, os estádios do Rigesa Clube, em Valinhos, Eugênio Francsischini, em Valinhos e Nelo Bracalente (campo do Aquário), em Vinhedo não podem receber qualquer partida da Federação por ausência de laudos (e inatividade para os campos da Rigesa e do Aquário).

 

Estádios profissionais vetados

Um dos estádios vetados para realização de jogos por parte da Federação Paulista de Futebol é o estádio Domênico Paolo Mettidieri, em Votorantim. O local que recebeu a final da Copa Paulista de 2009 (vitória do Votoraty por 5 a 1), a partir de agora além de não receber jogos profissionais, sequer pode receber partidas organizadas pela Federação Paulista nas categorias de base e amadora.

Locais que o Paulista jogou na última década também foram vetados.

  • estádio Municipal Antônio Viana da Silva, conhecido como Tonicão, em Assis está vetado por conta da inatividade e ausência de laudos – o Galo jogou no local as quartas de final da Série B1 de 2019
  • estádio Sílvio Salles, em Catanduva está vetado também por inatividade e ausência de laudos – o Tricolor jogou na terceira fase da B1 de 2019
  • estádio Antônio Soares de Oliveira, também conhecido como Ninho do Corvo, em Guarulhos está vetado por ausência de laudos – o time jundiaiense jogou lá na semifinal da B1 de 2019
  • estádio Virgínio Holtz, em Itararé, está vetado por ausência de laudos – o time jundiaiense jogou na Série B1 de 2018 no local
  • estádio Agostinho Prada, em Limeira, está vetado por ausência de laudos – o Paulista jogou no local na Série B1 de 2019
  • estádio Hudson Buck Ferreira, em Matão, está vetado por ausência de laudos – o Galo jogou no local na A3 de 2017
  • estádio Vail Chaves, em Mogi Mirim, está vetado por inatividade e ausência de laudos – o Tricolor atuou no local na Série A1 de 2013
  • estádio Francisco Marques Figueira, o Franciscão, em Suzano, está vetado por ausência de laudos – o Tricolor em 2019 aplicou a sua maior goleada como visitante no futebol profissional: 8 a 0 na B1 de 2019
  • estádio José Ferez, em Taboão da Serra, está vetado por inatividade e ausência de laudos – o Paulista jogou no local na Copa Paulista de 2015 – venceu o Grêmio Barueri por 1 a 0

 

Jayme Cintra

O estádio Jayme Cintra, de propriedade do Paulista não consta na lista divulgada pela Federação no último dia 5 de maio, porém o local está interditado e não pode receber jogos profissionais desde 13 de outubro do ano passado. 

Segundo o site da Federação Paulista, que publica a atualização dos laudos, o motivo é o vencimento de quatro dos cinco laudos pretendidos pela Federação– AVCB (venceu em 19 de dezembro de 2020), condições sanitárias e de higiene (venceu em 18 de dezembro de 2020), prevenção e combate de incêndio (venceu em 18 de dezembro de 2020) e de segurança (venceu em 13 de novembro de 2020). O único laudo que o Paulista tem regularizarão é o de vistoria de engenharia, que vence apenas em 3 de outubro de 2021.

 

Cidades com locais vetados para realização de jogos profissionais, amador, e de base

Município – Nº de locais vetados

  • São Paulo - 35
  • São José dos Campos - 12
  • Bragança Paulista - 4
  • Guarulhos - 4
  • São Bernardo do Campo - 4
  • Catanduva - 3
  • Diadema - 3
  • Itu - 3
  • Mogi das Cruzes - 3
  • Osasco - 3
  • São Caetano do Sul - 3
  • Sorocaba - 3
  • Suzano - 3
  • Americana - 2
  • Assis - 2
  • Brodowski - 2
  • Caçapava - 2
  • Ilhabela - 2
  • Jaguariúna - 2
  • Jundiaí - 2
  • São José do Rio Pardo - 2
  • São Roque - 2
  • Taubaté - 2
  • Valinhos - 2
  • Andradina - 1
  • Araçatuba - 1
  • Araraquara - 1
  • Atibaia - 1
  • Auriflama - 1
  • Bálsamo - 1
  • Batatais - 1
  • Bauru - 1
  • Biritiba-Mirim - 1
  • Botucatu - 1
  • Cajuru - 1
  • Campinas - 1
  • Capão Bonito - 1
  • Capivari - 1
  • Carapicuíba - 1
  • Cravinhos - 1
  • Dourado - 1
  • Embu-Guaçu - 1
  • Espírito Santo do Pinhal - 1
  • Fernandópolis - 1
  • Franca - 1
  • Guarujá - 1
  • Hortolândia - 1
  • Ibiúna - 1
  • Itapeva - 1
  • Itararé - 1
  • Jaboticabal - 1
  • Jales - 1
  • Jaú - 1
  • Laranjal Paulista - 1
  • Limeira - 1
  • Matão - 1
  • Mogi Mirim - 1
  • Morro Agudo - 1
  • Morungaba - 1
  • Nova Odessa - 1
  • Novo Horizonte - 1
  • Nuporanga - 1
  • Osvaldo Cruz - 1
  • Paraguaçu Paulista - 1
  • Pedreira - 1
  • Pinhalzinho - 1
  • Piracicaba - 1
  • Poá - 1
  • Pontalinda - 1
  • Presidente Prudente - 1
  • Ribeirão Pires - 1
  • Rio Claro - 1
  • Sales Oliveira - 1
  • Salto - 1
  • Santa Cruz do Rio Pardo - 1
  • Santa Ernestina - 1
  • Santa Fé do Sul - 1
  • Santa Rosa de Viterbo - 1
  • Santo André - 1
  • Santos - 1
  • São Carlos - 1
  • São Manuel - 1
  • Serrana - 1
  • Sumaré - 1
  • Taboão da Serra - 1
  • Taquaritinga - 1
  • Tatuí - 1
  • Tietê - 1
  • Vinhedo - 1
  • Votorantim - 1
  • Votuporanga - 1

Fotos: Thiago Batista / Esporte Jundiaí