Ex-jogador do Paulista, Neto APRESENTA programa de MÁSCARA em protesto a Bolsonaro - Esporte Jundiaí Ex-jogador do Paulista, Neto APRESENTA programa de MÁSCARA em protesto a Bolsonaro

Ex-jogador do Etti Jundiaí (nome do Paulista na época) no fim dos anos 90, e atualmente apresentador e comentarista da Band, Neto fez parte do programa Os Donos da Bola, hoje, usando uma máscara com desenhos da animação do Mickey Mouse. Foi uma maneira de protestar contra a declaração de Jair Bolsonaro na quinta-feira, sobre a desobrigação do uso de máscara para quem já tomou a segunda dose da vacina ou contraiu covid-19. “Eu estou de Mickey hoje porque eu não sou pateta. Vou fazer o programa inteiro de máscara”, disse Neto, fazendo um trocadilho com outro personagem da Disney, o Pateta.

Após cerca de 20 minutos comandando a atração com o acessório, Neto foi informado pela produção de que a máscara estava atrapalhando o seu microfone e decidiu tirá-la. Depois disso, ele desabafou, contando que seu pai está internado com covid-19 mesmo após tomar as duas doses da vacina. “A máscara está atrapalhando o microfone? Vou tirar. Mas jamais tire a máscara. Eu não sou infectologista, não sou médico, mas vou dizer para vocês: meu pai tem 81 anos e está na Beneficência Portuguesa, em Campinas, muito bem tratado. Ele tomou as duas doses e está com covid. E a médica disse que se não fosse as duas doses, já teria morrido. A mulher dele também está internada - e também tomou as duas doses”, disse Neto.

"Estou falando da minha família. O meu pai, a minha madrasta. Ele está com covid com as duas doses. E se não fosse isso, já tinha embarcado. Então, você, que está aí, não quero que seu pai morra. E meu pai se cuidou muito. Eu fiquei um ano sem ver meu pai. Eu não acreditei. Ele está melhorando. E sempre usando máscara. Então, você, por favor, use máscara. A gente precisa usar máscara”, complementou.

Neto ainda chamou a declaração de Bolsonaro de 'mentira' e de 'imbecil' e reiterou que o uso do acessório é importante para toda a população, citando como exemplo seu próprio filho caçula, de apenas quatro anos. “Quando o presidente vem e fala que a gente não precisa usar máscara, é mentira. Não é verdade. E doa a quem doer. E quem não concordar, que fale comigo. (...) É uma coisa imbecil falar que não precisa de máscara. É importante para a população toda. Meu filho tem que ir de máscara para a escola. Já não tem vacina. E fora as mentiras que falam para a gente todo dia. Quem não quer escutar isso, desliga, vai para a Globo, para o SBT, sai daqui. Aqui é verdade”, finalizou.


Foto: Imagem extraída da Band