Goleiro dá um SOCO NO ÁRBITRO em clássico amazonense na Série D do Brasileirão - Esporte Jundiaí

Propagandas

Goleiro dá um SOCO NO ÁRBITRO em clássico amazonense na Série D do Brasileirão

Um fato triste ocorreu neste sábado em um dos grupos da região Norte da Série D do Campeonato Brasileiro. No clássico amazonense entre Fast e Penarol-AM, no estádio da Colina, em Manaus, pela terceira rodada da primeira fase, o goleiro Bruno Calaço, do Penarol, após cometer pênalti, reclamar demais e ser expulso, perdeu a cabeça partiu para cima do árbitro Dagoberto Silva Modesto e chegou a agredi-lo com um soco, conforme filmagem da transmissão da partida.

A expulsão, que ocorreu aos 32 minutos do segundo tempo, foi relatada pelo árbitro na súmula, que escreveu o seguinte sobre o cartão vermelho mostrado ao goleiro do Fast: “Por reclamar contra as decisões da arbitragem de maneira ofensiva com as seguintes palavras: você é um cagão seu covarde ofendendo minha moral e minha honra. Após ser expulso o mesmo se dirigiu contra mim e tentou me agredir com um soco. I jogador teve que ser contido por seus companheiros de equipe e também foi necessário a entrada do policiamento no campo de jogo para o mesmo sair do campo”, descreveu.

Toda a confusão paralisou o jogo por cerca de cinco minutos. Bruno Colaço foi incentivado a sair de campo por seus companheiros. Como o goleiro titular foi expulso, o técnico do Penarol-AM, Vaguinho, foi forçado a colocar o reserva, Matheus Melo, na "fogueira", justamente na cobrança de pênalti. Mesmo frio, ele defendeu o chute de Charles e evitou o quarto gol do Fast. O jogo terminou 3 a 2 para o Fast.


Foto: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários