Justiça PRORROGA administração judicial de Joaci Ferreira na Liga Jundiaiense de Futebol - Esporte Jundiaí

Propagandas

Justiça PRORROGA administração judicial de Joaci Ferreira na Liga Jundiaiense de Futebol

A 1ª Vara Cível de Jundiaí prorrogou na semana passada (dia 2 de junho) por mais 90 dias a administração judicial de Joaci Ferreira a frente da Liga Jundiaiense de Futebol. Ele assumiu o cargo em 7 de julho do ano passado, para uma administração de 180 dias, sendo que em dezembro ele ganhou a prorrogação de mais 180 dias. Agora com mais 90 dias de frente, ele ficará como administrador judicial da LJF no total de 450 dias – devendo deixar a administração judicial em 30 de setembro deste ano.

Para essa prorrogação de mais 90 dias, Joaci como administrador judicial da entidade terá que seguir algumas questões definidas pelo Foro de Jundiaí, que são as seguintes:

A) a vinda de relatório discriminando os times/agremiações filiados à entidade, com a qualificação completa de seu responsável/presidente

b) juntar cópia das fichas de inscrição das chapas em 48 horas após o julgamento das impugnações

c) apresentar cópia das publicações do edital (da eleição)

d) prestar oportunamente as contas devidas (90 dias)

 

Entenda a situação

Joaci Ferreira entrou como administrador judicial em 7 de julho do ano passado, quando o  juiz Luiz Antônio de Campos Júnior, da 1ª Vara Cível de Jundiaí, em decisão publicada declarou procedente a ação movida por Joaci Ferreira, Sebastião Manoel dos Santos, Adriano Francisco de Assis, Alamedas Futebol Clube e Associação Atlética São Camilo contra Sergio Eduardo Aguiar, o Serginho Aguiar no comando da presidência da Liga Jundiaiense, que assim foi afastado imediatamente do cargo.

O juiz considerou nula a assembleia que elegeu Serginho em 7 de abril de 2017 em decorrência de irregulares no procedimento. Na decisão, o juiz nomeia Joaci Ferreira da Silva administrador provisório da entidade, pelo prazo de 180 dias, que foram prorrogados em dezembro por mais 180 dias, e agora por mais 90 dias, totalizando 450 dias.

Como administrador provisório, Joaci não poderá em nome da associação, alienar ou adquirir bens, constituir dívidas e contratar funcionários sem prévia autorização judicial.

Segundo o site Portal da Cidade – Jundiaí na semana passada, a administração que ocupa de forma provisória e judicialmente a Liga tem interesse em realizar o pleito no mês de julho – dia 18 ou 25 de julho.

Segundo o advogado Wellington Ferreira, que representa Joaci Ferreira da Silva – atual administrador judicial da Liga nomeado, estão sendo cuidados todos os preparativos necessários para que o processo eleitoral transcorra com segurança. A informação é que 35 clubes estarão aptos a votar – agremiações que atualizaram seu cadastro ainda no ano passado.

Ainda está sendo elaborando o edital de convocação da eleição, que terá o detalhamento e as condições para inscrições das chapas, prazos a serem seguidos, hipóteses de impugnação e ainda o detalhamento para o próprio processo eleitoral e de apuração dos votos, entre tantos outros aspectos jurídicos.


Foto: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários