“Tchecoslováquia” conquista duas vitórias nesta segunda-feira de Eurocopa - Esporte Jundiaí

Propagandas

“Tchecoslováquia” conquista duas vitórias nesta segunda-feira de Eurocopa

Quem tem mais de 40 anos certamente se lembra de ter visto jogos da seleção da Tchecoslováquia. A região da Tchecoslováquia atualmente agora é dividida em dois países a Tchéquia (ou República Tcheca como alguns denominam) e a Eslováquia. E as duas seleções saíram de campo com a vitória nesta primeira rodada da Eurocopa.

A Tchéquia frustrou a torcida da Escócia nesta segunda-feira, 14, com uma vitória por 2 a 0, na estreia do grupo D da Eurocopa. O jogo, disputado em Hampden Park, será lembrado por muitos anos graças ao belíssimo gol do atacante Patrick Schick, a 55 metros de distância da meta escocesa, um dois mais bonitos dos 60 anos de história da competição. Schick ainda fez o outro gol dos checos.

A Eslováquia estreou com o pé direito na Eurocopa. A seleção, que faz a sua segunda participação na história do torneio, venceu a Polônia por 2 a 1, em duelo disputado em São Petersburgo, na Rússia.

A Eslováquia abriu o placar ainda no primeiro tempo, após o meia-atacante Robert Mak fazer bela jogada pela esquerda e ainda contar com ajuda do goleiro Szczesny, que desviou e colocou a bola para dentro, marcando contra.

Na segunda etapa, os poloneses empataram ainda no primeiro minuto com Linetty, mas aos 17, após pisão em jogador rival, Krychowiak foi expulso. Foi então que a Eslováquia se aproveitou e marcou o gol da vitória com o zagueiro da Inter de Milão Skriniar, poucos minutos depois.

No último jogo do dia, em Sevilha, Espanha e Suécia ficaram no 0 a 0, onde os espanhóis tiveram muita posse de bola, mas pouca efetividade nas conclusões ao gol.

A primeira rodada da Eurocopa será concluída nesta terça-feira, com duas partidas. Em Budapeste, a atual campeã da Euro, Portugal, começa a defesa do titulo contra a Hungria. Jogo começa às 13h. A partir das 16h, em Munique, o confronto que reúne as duas últimas seleções campeãs do mundo: Alemanha e França.

Postar um comentário

0 Comentários