Um dia antes da abertura da Copa América no Brasil, Bolsonaro PASSARÁ POR Jundiaí - Esporte Jundiaí Um dia antes da abertura da Copa América no Brasil, Bolsonaro PASSARÁ POR Jundiaí

A Copa América de futebol masculino começa no próximo domingo, no Brasil, com jogo da seleção brasileira contra a Venezuela, em Brasília. Nesta partida é esperada a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, “padrinho” da competição no país. Um dia antes ele passará por Jundiaí.

Segundo o site JundiAgora, o presidente Jair Bolsonaro passará por Jundiaí neste sábado (12), por volta das 11 horas. Segundo Alex Timóteo, do Movimento Jundiaí Conservador, o presidente não entrará na cidade. Ele será escoltado pela Polícia Rodoviária e Polícia Federal até o Restaurante Lago Azul onde haverá um grupo com seus apoiadores. Em seguida, Bolsonaro voltará para São Paulo.

De acordo com Timóteo, a rodovia dos Bandeirantes será interditada a partir das 8 horas do sábado por conta deste encontro, sendo que o Lago Azul será o ponto de concentração dos apoiadores.

Fã de futebol, sendo declarado torcedor de Palmeiras e Botafogo, não foram poucas as vezes que Bolsonaro disse ter morado em Jundiaí, mais especificamente na rua João Scabin, 107, no Vianelo. Segundo o presidente, isto aconteceu em 1964. Na época, ele estudou na escola Siqueira de Moraes, que na época funcionava onde hoje fica a Pinacoteca, na rua Barão de Jundiaí, ao lado do Gandra. Existem vários vídeos nas redes sociais em que o presidente relembra esta ligação com a cidade.


Vitória de Bolsonaro

O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria para autorizar a realização da Copa América no Brasil. Até às 18h desta quinta-feira, seis dos 11 integrantes da corte já se posicionaram pela rejeição das ações apresentadas por entidades e partidos de oposição contra a decisão do governo federal de trazer a competição para o país. Com isso, o torneio pode ocorrer sem interferência do judiciário.


Máscaras

Nesta quinta-feira, Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (10) que discutiu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já a contraiu. “Queiroga vai ultimar parecer visando desobrigar uso de máscara de quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminado”, disse o presidente, durante evento do setor do turismo, no Palácio do Planalto. Na avaliação de Bolsonaro, o uso de máscara deve ser obrigatório apenas para quem esteja infectado com a covid-19.

Apesar de pessoas que tiveram a covid-19 desenvolverem anticorpos para a doença, esta proteção não é considerada definitiva, diante do risco de reinfecção e das variantes do novo coronavírus. A orientação dos órgãos de saúde é que mesmo pessoas que já tenham tido a Covid-19 precisam se vacinar contra a doença.