Com pênalti (MUITO) duvidoso, Palmeiras vence Universidad Católica, fora de casa - Esporte Jundiaí

Propagandas

Com pênalti (MUITO) duvidoso, Palmeiras vence Universidad Católica, fora de casa

Com um pênalti (BASTANTE) duvidoso, o Palmeiras venceu o Universidad Católica, fora de casa, por 1 a 0, nesta quarta-feira, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O jogo ocorreu em Santiago, no Chile. Com o resultado, o Verdão pode empatar na próxima semana, em São Paulo, que assim conquista a classificação.

A jogada polêmica ocorreu ainda no primeiro tempo, aos 36 minutos. Deyverson dominou a bola na lateral da área e cruzou. A bola desvia em Lanaro. Primeiro bate em sua coxa e depois no seu braço. Jogadores do Verdão pedem pênalti. No campo a arbitragem deu escanteio, só que o VAR recomendou a revisão, e após a checagem pelo monitor, a arbitragem marcou a penalidade, quatro minutos depois.

Sem nada a ver com um possível erro de arbitragem, Raphael Veiga cobrou o pênalti no alto, no meio do gol e manteve os seus 100% ao cobrar penalidades – acertou as 12 cobranças que efetuou com a camisa do Verdão.

O detalhe da penalidade é que existe uma recomendação da Conmebol é que se a bola bate no corpo do jogador e depois na mão, se a mão estiver ampliando o espaço na visão da arbitragem é para marcar pênalti. Nas redes sociais, a grande maioria, até mesmo palmeirenses escreveram que não marcariam o pênalti (como também o autor deste texto).

O jogo da volta entre Palmeiras e Católica será na próxima quarta-feira, em São Paulo, na casa palmeirense, a partir das 19h15. O Católica somente se classifica com vitória por dois ou mais gols de diferença. Vitória por 1 a 0 dos chilenos a definição da vaga é nos pênaltis. Vitória por um gol de diferença a partir de 2 a 1 também classifica os chilenos pelo gol fora de casa. Qualquer outro resultado, o Verdão que se classifica.

Postar um comentário

0 Comentários