Começo do alívio... Jundiaí não registra óbitos pela covid-19 pela 1ª vez em 93 dias - Esporte Jundiaí Começo do alívio... Jundiaí não registra óbitos pela covid-19 pela 1ª vez em 93 dias

O começo do alívio, de ver a luz no fim do túnel começa a chegar em Jundiaí. Segundo a Prefeitura de Jundiaí nenhum óbito por conta da covid-19 foi registrado nesta quinta-feira na cidade – agora com seis meses da vacinação em Jundiaí.  Isso ocorre novamente depois de três meses – ou exatos 93 dias.

Além da vacinação, a queda sustentada no número de novos casos que demandam internações em leitos públicos de covid-19, sinalizam avanços, que devem ser mantidos com a manutenção das regras de proteção sanitárias. Até o momento, a cidade registra 1490 óbitos causados pela covid-19 desde o início da pandemia.

De acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, Tiago Texera, o impacto na redução das mortes começa a ser observado. “O ciclo da covid-19 é definido. O período para o desenvolvimento da forma grave da doença é de até 15 dias após o início dos sintomas. Com a redução no número de pessoas que demandam por leitos de internação, consequentemente, se diminui o número de óbitos”, declarou.

“Outro ponto a ser considerado é que, como o perfil das pessoas contaminadas foi alterado, passando a ser as pessoas abaixo de 59 anos. Com isso, a resposta do organismo também é maior em relação aos idosos. A tendência é que a queda persista com o avanço da vacinação para as idades mais jovens”, completou.


Vacinação

Jundiaí recebeu 34 mil doses da vacina contra a covid – 28 mil para dose 2 e 6 mil para dose 1. Nesta sexta-feira (23), às 11h, a agenda 1ª dose para quem tem 33 anos. A aplicação será feita já neste sábado (24). No caso da 2ª dose, o gestor explicou que as vacinas da AstraZeneca para quem tem entre 60 e 65 anos e tomou AstraZeneca entre os dias 6, 7, 8, 10, 11, 12 e 13 de maio, vai receber a imunização completa. Profissionais de saúde que tomaram a primeira dose em maio, vão agendar terça (27), às 11h, para receber a segunda dose.


Foto: Thiago Batista de Olim / Esporte Jundiaí