De Campo Limpo Paulista para Paralimpíadas em Tóquio - Esporte Jundiaí De Campo Limpo Paulista para Paralimpíadas em Tóquio

Mesmo diante das limitações de baixa visão, a atleta Edneusa Jesus Santos, de 44 anos, não se intimida com os desafios para atingir o tão grande sonho, a medalha de ouro para o Brasil. Uma paralímpica que, além de acompanhada pelo guia Vilmar Roberto Dias, necessita também de uma pista alinhada e segura para treinar. E foi em Campo Limpo Paulista, na pista do complexo esportivo, que a corredora de categoria T12 (classificação dada pelas deficientes visuais) escolheu para treinar nos últimos anos.

Edneusa diz que os treinos são intensos. Faça chuva ou faça sol, todas as manhãs a rotina é de exercícios, correndo 100 km por semana, é como se ela e o guia, diariamente, dessem 14 voltas em um campo de futebol. A atleta tem experiência com várias pistas, tanto no Brasil, quanto no exterior, mas se surpreendeu com a qualidade da pista de caminhada de Campo Limpo Paulista.

“A estrutura é realmente muito boa e eu tive um apoio exemplar de toda a equipe. Agradeço a Prefeitura que, por meio da Secretaria de Esporte, liberou o espaço na pandemia com segurança para os meus treinos, deixando-a em perfeitas condições. Já treinei em vários lugares, mas como esse, confesso que fiquei surpresa”, afirma a paratleta, que leva como lema: “Fé em Deus, pé no chão e ouro na mão!”

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio este ano serão realizados entre 24 de agosto e 5 de setembro. Edneusa já conquistou a medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro em 2016, percorrendo 42 quilômetros da prova em 3h18min38.


Fotos: Prefeitura de Campo Limpo Paulista