Equipes paulistas vencem sem tomar gols nas oitavas de final da Copa do Brasil - Esporte Jundiaí Equipes paulistas vencem sem tomar gols nas oitavas de final da Copa do Brasil

São Paulo e Santos, únicos paulistas remanescentes na Copa do Brasil, venceram seus jogos como mandantes e sem sofrer gols na partida de ida das oitavas de final, nesta quarta-feira, construído boas vantagens para os jogos da volta.

Mais cedo, o Santos encaminhou sua vaga para as quartas de final da Copa do Brasil ao derrotar o Juazeirense-BA pelo placar de 4 a 0, na noite desta quarta-feira (28), na Vila Belmiro em Santos. Depois, o São Paulo largou na frente na busca por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O Tricolor fez um jogo seguro e venceu o Vasco por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (28), no Morumbi em São Paulo.

Com o resultado santista, o time paulista pode perder até três gols de diferença no jogo de volta, na quinta-feira (5), às 19h15, no Adauto Moraes, para conquistar sua vaga na próxima fase. Caso seja derrotado por quatro, o duelo será decidido nos pênaltis.

Com o resultado do Tricolor, o São Paulo pode perder por um gol de diferença para avançar às quartas de final. O duelo está marcado para quarta-feira (4), às 21h30, em São Januário.


Santos x Juazeirense

O Santos dominou todo o primeiro tempo. Madson, logo de cara, colocou Rodrigo Calaça para trabalhar em duas oportunidades. Marinho e Felipe Jonatan também tentaram, mas o goleiro do Juazeirense foi o grande destaque com excelentes defesas para salvar o time baiano.

O Juazeirense chegou uma única vez. Júnior Timbó aproveitou o erro de Madson, apareceu na saída de João Paulo e mandou para fora. Nos minutos finais, Marinho chamou a responsabilidade e perdeu mais duas chances de abrir o marcador.

No segundo tempo, o Juazeirense se soltou e perdeu grande oportunidade. Aos 14 minutos, Kesley aproveitou falha de Luiz Felipe, avançou em liberdade e chutou para um milagre do goleiro João Paulo. A resposta do Santos foi com gol. Aos 26, Madson recebeu belo cruzamento e, de cabeça, mandou para o fundo das redes.

O time paulista cresceu e voltou a perder grande oportunidade de fazer 2 a 0. Lucas Braga fez linda jogada e tentou. A bola sobrou para Bruno Marque, que, com gol aberto, jogou caprichosamente rente à trave.

A pressão continuou e Bruno Marques acabou perdendo nova chance ao mandar de cabeça para fora. Aos 39, não teve jeito. Carlos Sánchez arriscou, Rodrigo Calaça deu rebote e Lucas Braga pegou de primeira para fazer 2 a 0.

O Santos ainda marcou o terceiro com Marcos Leonardo, após assistência de Luiz Felipe. E o quarto saiu já aos 56 minutos, com Carlos Sánchez, praticamente selando sua vaga na próxima fase.


São Paulo x Vasco

O São Paulo começou o jogo motivado a largar na frente. Logo aos 13 minutos, Benítez fez belo lançamento para Rigoni, que dominou dentro da área, tirou de Castán e chutou rasteiro para mandar no fundo das redes. Igor Gomes, na sequência, teve a oportunidade de ampliar, mas o arremate acabou saindo pela linha de fundo.

Aos 25 minutos, foi a vez de Miranda aparecer como elemento surpresa e cabecear para defesa de Vanderlei. Benítez também tentou, mas errou o alvo. Nos minutos finais, o Vasco foi se soltando, esboçou uma pressão, mas não conseguiu evitar a derrota parcial.

No segundo tempo, Rigoni continuou sendo o principal jogador do São Paulo e criava as melhores oportunidades. O Vasco, por sua vez, era mais tímido, porém, de vez em quando conseguiu arriscar com o atacante Cano.

Mas o São Paulo era mais perigoso e chegou a mandar uma bola na trave. O segundo gol foi sair aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio, Pablo deu uma cabeçada certeira para superar o goleiro Vanderlei.

Nos minutos finais, o time paulista ainda poderia ter feito o terceiro, mas Vanderlei segurou o arremate de Marquinhos para evitar uma derrota ainda mais elástica.