Kosovo aparece entre os 10 primeiros no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos - Esporte Jundiaí Kosovo aparece entre os 10 primeiros no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos

O Kosovo é a grande surpresa dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O pequeno país europeu, com menos de 11mil km² e menos de 2 milhões de habitantes, está entre os dez melhores no quadro de medalhas, após três dias de disputas.

As duas medalhas de ouro do Kosovo deixam o país na 8ª colocação. O Kosovo neste momento não está a frente apenas do Brasil, mas sim de potências olímpicas como Itália, França, Espanha e Canadá.

O Kosovo foi ouro no primeiro dia de disputas com Distria Krasniqi no judô feminino, na categoria até 48 kg. Dois dias depois, sua compatriota Nora Gjakova foi campeã nos 57kg.

Em fevereiro de 2008, Kosovo declarou sua independência depois de uma guerra civil com a Sérvia, mas 13 anos depois ainda não é um país reconhecido pela ONU, Organização das Nações Unidos. Mais de 100 dos 193 Estados membros da ONU reconhecem Kosovo como país. O Brasil está entre as nações que não apoiam a independência kosovar.

Em 2016 no Rio de Janeiro, o Comitê Olímpico Internacional (COI) acolheu pela primeira vez o país nos Jogos, o que gerou protestos da Rússia e da Sérvia, que não reconhece a soberania kosovar e chegou a ameaçar um boicote à competição. No Rio-2016 o Kosovo terminou com uma medalha de ouro, conquistada também no judô, pela atleta Majlinda Kelmendi.

O terceiro dia de competições entrou para história de um país. Hidilyn Diaz conquistou o primeiro ouro da história das Filipinas na categoria até 55kg do levantamento de peso.

Com um ouro no skate, um no tênis de mesa e outro no judô, o Japão assumiu a liderança do quadro de medalhas. Os anfitriões já têm oito medalhas de ouro, uma a mais que os Estados Unidos. O Brasil está na 26ª posição.


Brasil quase conquistou quarta medalha

Por pouco não saiu uma quarta geral para o Brasil. Milena Titoneli foi à repescagem da categoria até 67kg do taekwondo e chegou à decisão do bronze, mas foi superada pela marfinense Ruth Gbagbi.

#

PAÍS

O

P

B

TT

1

JAP

8

2

3

13

2

EUA

7

3

4

14

3

CHN

6

5

7

18

4

RUS

4

5

3

12

5

GBR

3

3

1

7

6

COR

3

0

4

7

7

AUS

2

1

3

6

8

KOS

2

0

0

2

9

ITA

1

4

4

9

10

FRA

1

2

2

5

26

BRA

0

2

1

3