Thiago Batista: O momento é de união do futebol amador de Jundiaí. União dos clubes da cidade - Esporte Jundiaí

Propagandas

Thiago Batista: O momento é de união do futebol amador de Jundiaí. União dos clubes da cidade

Decidimos por uma decisão editorial do Esporte Jundiaí de não acompanhar as eleições da Liga Jundiaiense de Futebol, até em virtude de uma pessoa de uma das chapas envolvidas ter mandando a gente ficar “quieto”. Respeitamos até o fim da eleição, mas agora desejo escrever, pois acredito que passa a eleição, o futebol amador de Jundiaí precisa de uma união. Não uma união entre dirigentes pelo seu ego. Mas sim uma união entre os clubes de futebol da cidade em prol de TODA COLETIVIDADE do futebol amador da cidade.

Joaci Ferreira foi eleito presidente da Liga Jundiaiense de Futebol neste domingo, ao ganhar a eleição de Marcel Pires. Ele recebeu 25 votos, enquanto Marcel teve 6 votos. Foram 31 votantes dos 41 considerados aptos, segundo informações de Rafael Tavares e Marquinhos da JundRádio.

Jundiaí não tem apenas 41 clubes de futebol amador. Claro que tem muito mais. Sou do tempo, que as duas divisões do futebol amador tinham juntas mais de 50 times. No ano de 2017 (não faz muito tempo), eram 44 clubes somente na ‘Segundona’. Isso sem contar com as mais de 30 agremiações que disputam o Campeonato Regional da Prefeitura de Jundiaí.

O momento não é de cobrar ações do presidente eleito. O momento é de os clubes de futebol amador comandarem a Liga Jundiaiense. A liga não é de uma pessoa. A liga é das agremiações. Liga pertence aos clubes.

A discussão tem que ser não qual a melhor pessoa a comandar a Liga, qual a melhor pessoa que tem de dirigir a entidade, quem tem que encabeçar os campeonatos. A discussão é o que é melhor para o futebol amador de Jundiaí. O que é melhor para os clubes de futebol da cidade. A discussão tem que ser entre clubes. Também tem que ser entre jogadores e treinadores. Eles precisam ser ouvidos. Alguma vez se ouviu eles? Não, acredito...

A imprensa pode participar deste debate, até pode, mas não é o voto principal a ser ouvido, e sim de clubes, treinadores e jogadores. Mas especialmente os times. A essência do futebol são os clubes de futebol amador. E sem clubes não existe Liga – por mais que um agora ex-presidente da Liga achasse o contrário.

O mais importante neste momento não é reforma da sede da Liga, que tipo de computador deve ser comprado para entidade, qual a cor do escudo da entidade, qual pessoa fará essa função, mas sim o que os clubes querem no futebol amador de Jundiaí, que melhoras precisam ser feitas, o que tem de bom e deve ser continuado, como fomentar o futebol amador na cidade, como vai ser o elenco entre Liga – clubes – poder público, como se tornar mais atrativo para os torcedores e como ser atrativo para que mais atletas possam praticar o ‘futebol de lazer’ de domingo.

O momento é de união dos clubes. O momento é agora times de futebol amador de Jundiaí. A Liga é de vocês. A Liga não é do Fulano de Tal, Ciclano, do Repórter X, do Administrador Y. Os ‘presidentes’ da Liga são os CLUBES DE FUTEBOL AMADOR DE JUNDIAI.


PS: Apenas ficaremos de olho para saber quais competições estarão jogando nos próximos torneios organizados pela Liga alguns clubes, como Dinossauros Clube, Santa Gertrudes Futebol Clube e Cruzeiro de Jundiaí (não confundir como o Esporte Clube Cruzeiro da Vila Maringá e nem com o Cruzeiro Morada) que nas nossas anotações não jogam competições de Séries A e B, nem Master, nem sub-20 da Liga Jundiaiense e nem mesmo o Campeonato Regional da Prefeitura desde 2009. E quem sabe esteja voltando o Comercial Futebol Clube, campeão por nove vezes na cidade, mas que desde que acompanho o futebol amador em Jundiaí (2007) não vi jogar nenhum torneio.


Foto: Thiago Batista / Esporte Jundiaí

Postar um comentário

0 Comentários