Atlético de Mogi chega a sua 40ª partida seguida sem vencer na ‘Bezinha’ do Paulistão - Esporte Jundiaí Atlético de Mogi chega a sua 40ª partida seguida sem vencer na ‘Bezinha’ do Paulistão

Uma triste marca foi alcançada no futebol do interior paulista. O Atlético Mogi chegou a 40 partidas seguidas sem vencer na ‘Bezinha’ do Campeonato Paulista. A marca foi alcançada no clássico de Mogi das Cruzes, neste domingo, onde o União Mogi venceu por 3 a 2, neste domingo, no Nogueirão, pela 3ª rodada da fase de grupos da edição de 2021.

A última vez que os atleticanos saíram de campo com três pontos foi em 2017, contra o Real Cubatense. Desde então, apenas dois empates - em 2018 contra o União Mogi e outro em 2019 contra o São José. A sequência do Atlético Mogi supera a marca do Íbis, clube pernambucano, que tem o apelido de pior time do mundo.

O time da cidade de Paulista, interior pernambucano, ganhou fama mundial por sua péssima qualidade nos gramados. Graças a nove derrotas consecutivas e depois uma sequência de 23 jogos sem vitórias, conquistou fama nacional. Foram três anos e onze meses sem comemorar uma única vitória, recorde registrado no Livro Guinness dos Recordes. O Atlético Mogi não vence desde 17 de junho de 2017, ou seja, quatro anos e dois meses.

 

O jogo

O União, mesmo ainda com problemas para a escalar a equipe, por conta do surto de covid-19, começou melhor a partida, foi para cima do rival e abriu o marcador logo aos 7 minutos. Thoni saiu da área, fez boa jogada pela direita e cruzou na cabeça de Marcos Vinicius, que mandou a bola para o fundo das redes: 1 a 0 para o União.

O time vermelho continuou melhor no jogo, mas o Atlético teve grande chance para empatar aos 30 minutos, quando Vitinho foi derrubado na área pelo goleiro Warlei. Porém, na cobrança, Paulo bateu fraco e o arqueiro do União defendeu no canto. Só que nove minutos depois, o Atlético chegou ao empate com Gevoanio. Nos acréscimos da etapa inicial. Thoni foi lançado, dominou a bola na meia-lua, invadiu a área e marcou: 2 a 1 para o União.

O Atlético voltou melhor no segundo tempo, passou a criar chances, pressionando o adversário e deixou tudo igual aos 21 minutos. Kaíque dominou a bola na intermediária e mandou um balaço, sem chances para o goleiro Warlei: 2 a 2.

O União garantiu a vitória aos 28 minutos. Em contra-ataque, Thoni foi lançado entre os zagueiros do União, carregou a bola e na entrada da área, tocou na saída do goleiro: 3 a 2 para o time vermelho e branco de Mogi das Cruzes. O azul e branco de Mogi acumulava assim a 20ª derrota consecutiva na ‘Bezinha’. A chance de o Atlético quebrar a marca é na próxima quarta-feira, em Suzano, quando enfrenta o Usac, às 15h.