‘Bezinha’: Ambulância não chega e Paulista deve ganhar por w.o. no TJD - Esporte Jundiaí ‘Bezinha’: Ambulância não chega e Paulista deve ganhar por w.o. no TJD

O Paulista poderia ter conquistados a sua vitória na ‘Bezinha’ do Paulistão, a 4ª divisão estadual jogando bola neste final de semana. Só que o jogo contra o Barcelona Capela deverá ser definido de forma administrativa, pois o time da capital não conseguiu disponibilizar a segunda ambulância para atendimento médico dos jogadores após 30 minutos do horário disponibilizado do começo da partida no Nicolau Alayon, em São Paulo neste domingo. A tendência é o Paulista ser confirmado como vencedor do jogo por w.o. – placar administrativo de 3 a 0, o que somente vai ocorrer após análise do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da súmula da equipe de arbitragem no começo de setembro. Assim o Paulista deverá somar quatro pontos no grupo 4 - somente será confirmado após análise da súmula pelo TJD. 

“A partida acabou cancelada, pois é obrigatório ter duas ambulâncias. E ficou faltando. Aguardou 59 minutos a arbitragem. Segundo a delegada da partida, eles (Barcelona) podem recorrer, mas a gente acredita que a vitória será ao Paulista. A responsabilidade é do mandante. 1h30 antes tem que ter ambulância no estádio e infelizmente não chegou. Segundo a delegada não está decretada a vitória do Paulista, por conta de recursos do Barcelona”, declarou o presidente Rodrigo Alves, a JundRádio e Rádio Difusora. Segundo o presidente do Galo, a PM chegou a liberar a partida com uma ambulância, mas a delegada não permitiu por conta do protocolo da Federação não libera - está no regulamento conforme abaixo (artigo 33).  

Somente uma ambulância chegou e com atraso. A segunda ambulância chegou às 10h45 e o Paulista se retirou do gramado em sequência – exceto capitão Bressan. Às 10h52 a arbitragem informou a sua decisão aos capitães dos dois times e que tudo seria escrito na súmula para confirmação da vitória do Paulista por questão administrativa.

Para uma partida agora da Federação são exigidas duas ambulâncias - uma UTI móvel e uma de remoção, conforme artigo 33 do regulamento da Bezinha. 

O jogo estava marcado às 10h, e o árbitro Daniel Carfora Sottile esperou 30 minutos. A primeira ambulância chegou no estádio às 10h21 – só que estacionou no local errado. Oficialmente a ambulância chegou no local correto no Nicolau Alayon às 10h30 – em cima do horário programado.  A segunda ambulância chegou por volta das 10h45. O árbitro preferiu não fazer a partida e relatar tudo na súmula e assim deve se confirmar a vitória administrativa do Paulista.