Brasil termina Olimpíada de Tóquio entre os 15 melhores no quadro de medalhas - Esporte Jundiaí Brasil termina Olimpíada de Tóquio entre os 15 melhores no quadro de medalhas

O Brasil encerrou a sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio com um excelente rendimento e novamente entre os 15 melhores países no quadro de medalhas. Com sete ouros, seis pratas e oito bronzes, o Brasil terminou em 12º lugar na classificação final no ranking ouro – prata – bronze. A disputa no Japão também marcou o recorde de medalhas no total que o país conquistou em uma única edição olímpica.

O país foi o terceiro melhor entre os países do continente americano nos Jogos Olímpicos. O EUA foi o 1º colocado com mais de 35 medalhas de ouro e mais de 110 medalhas no total. O Canadá terminou em 11º no geral e 2º do continente por ter mais bronzes que o Brasil. A delegação canadense conquistou sete ouros e seis pratas, mas conquistaram 11 bronzes (a delegação brasileira levou oito bronzes).

A melhor classificação do Brasil no ranking ouro – prata – bronze foi no Rio-2016, quando terminou em 13º lugar, quando conquistou 19 medalhas – sete ouros, seis pratas e seis bronzes.

O recorde de medalhas conquistado na edição de Tóquio-2020 mostra a evolução olímpica do país neste século. Em 2004 foram apenas 10 medalhas (cinco ouros, duas pratas e três bronzes – 16º no ranking ouro – prata – bronze). Só que depois sempre foram mais de 15 medalhas conquistadas em uma edição dos Jogos Olímpicos de Verão.

Pequim-2008: 17 medalhas > 3 ouros – 4 pratas – 10 bronzes (23º)

Londres-2012: 17 medalhas > 3 ouros – 5 pratas – 9 bronzes (22º)

Rio-2016: 19 medalhas > 7 ouros – 6 pratas – 6 bronzes (13º)

Tóquio-2020: 21 medalhas > 7 ouros – 6 pratas – 9 bronzes (12º)