Com triplo 25/16, vôlei feminino do Brasil enfrenta EUA pela 3ª vez na final olímpica - Esporte Jundiaí Com triplo 25/16, vôlei feminino do Brasil enfrenta EUA pela 3ª vez na final olímpica

Com direito a um triplo 25/16 sobre a Coreia do Sul na semifinal desta sexta-feira, o vôlei feminino do Brasil pela 3ª vez nas quatro últimas decisões olímpicas terá pela frente os Estados Unidos na disputa da medalha de ouro. Apenas na Rio-2016 as duas seleções não estiveram na final (Brasil caiu nas quartas de final e os Estados Unidos foram bronze).

Brasil e Estados Unidos fizeram a final em Pequim-2008 e Londres-2012 e as brasileiras venceram as duas decisões e pelo mesmo marcador: três sets a um.

A final de 2008 o Brasil ganhou o primeiro set por 25/15, e perdeu a parcial seguinte por 25/18. Os dois seguintes foram das brasileiras, 25/13 e 25/21 e assim conquistaram o primeiro ouro do vôlei feminino. Deste jogo, 13 anos atrás, nenhuma atleta do Brasil está atualmente na seleção.

O segundo ouro feminino parecia que as brasileiras não iriam conquistar em Londres, em 2012. O primeiro set foi de total domínio das americanas, por 25/11. Só que depois as brasileiras encontraram seu jogo e arrasaram as americanas nas parciais seguintes: 25/17, 25/20 e 25/17 e ouro garantido.

Deste confronto de 2012 estarão novamente em quadra pela seleção brasileira as atletas Fernanda Garay e Natalia. Tandara também poderia estar em quadra se não tivesse sido suspensa de forma preventiva na quinta-feira por potencial violação ao antidoping.

Brasil e EUA decidem a medalha de ouro na madrugada de sábado para domingo, a partir da 1h30 da manhã (horário de Brasília). Antes, às 21h da sexta-feira, Sérvia e Coreia do Sul decidem a medalha de bronze.

 

Foto: Divulgação - Gaspar Nóbrega / COB