Copa do Brasil: São Paulo aproveita nervosismo do Vasco e garante classificação - Esporte Jundiaí Copa do Brasil: São Paulo aproveita nervosismo do Vasco e garante classificação

O São Paulo voltou a vencer o Vasco na noite desta quarta-feira, desta vez por 2 a 1, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pelo confronto de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O time paulista aproveitou o nervosismo dos cariocas que tiveram dois jogadores expulsos, terminando assim a partir com 9 atletas.

No primeiro tempo teve a expulsão do atacante vascaíno Léo Jabá, após entrada dura no lateral esquerdo Reinaldo, e no segundo tempo a expulsão de Leandro Castán, após falta em Vitor Bueno. O técnico Lisca, do Vasco, no fim da partida foi expulso.

No placar agregado, o time paulista fez 4 a 1 e confirmou vaga nas quartas de final da competição. Agora o adversário será definido por sorteio.

Com bola rolando, os primeiros minutos foram equilibrados. Logo aos 20 minutos, Bruno Alves aproveitou cruzamento na área e, de barriga, mandou na trave. Só que o Vasco respondeu no minuto seguinte em lance que Germán Cano balançou as redes, mas o gol foi anulado devido ao toque de mão de Juninho dentro da área.

O Vasco pressionava em São Januário, mas teve a expulsão de Léo Jabá após entrada dura em Reinaldo. Com um a mais, o São Paulo aproveitou e abriu o placar. Aos 42, Miranda deu um chutão e a bola caiu nos pés de Orejuela, que cruzou para Rigoni cabecear para as redes.

No segundo tempo, o São Paulo manteve o ritmo e aumentou a vantagem logo aos quatro minutos. Benítez recebeu na entrada da área, finalizou, a bola desviou em Leandro Castán e enganou Vanderlei. O segundo gol caiu como uma ducha de água fria no Vasco, que viu os visitantes dominarem o confronto com chances de construir um placar ainda maior.

Mas o São Paulo diminuiu o ritmo e deixou o Vasco crescer em campo. Aos 25, Zeca tabelou com Sarrafiore e chutou forte. Tiago Volpi defendeu, mas a bola bateu no volante Liziero e entrou para o gol.

Apesar do gol, o Vasco não conseguiu buscar o empate. E para piorar acabou tendo Leandro Castán expulso após falta em Vitor Bueno, num lance em que o são-paulino ficaria frente a frente com o goleiro Vanderlei. Com dois a mais em campo, os paulistas apenas seguraram a vantagem pela classificação.