Ranking de pontos Esporte Jundiaí – Tóquio 2020: Nem EUA, nem China estão em 1º - Esporte Jundiaí Ranking de pontos Esporte Jundiaí – Tóquio 2020: Nem EUA, nem China estão em 1º

A partir desta segunda-feira, com o encerramento de 13 modalidades nestes Jogos Olímpicos de Tóquio, o Esporte Jundiaí começa a divulgar o seu ranking de pontos da Olimpíada de 2020. O ranking procura dar mais justiça aos esportes coletivos, dando o mesmo peso que os esportes individuais que serão colocados como esportes coletivos neste ranking. A ideia vem dos Jogos Abertos do Interior e Jogos Regionais onde existe uma cidade campeã através do quadro de pontos, através do desempenho de todas as modalidades da cidade na competição que dura entre 10 e 12 dias.

Os critérios para os esportes individuais, ou que possuem disputas em revezamento, ou no máximo jogos em duplas será o seguinte: a ordem de colocação de cada país será definida pelo ranking de medalhas: mais ouro, depois mais pratas e por fim mais bronzes. Apenas os oito melhores países que medalharem pontuam, no sistema F-1 (1º soma 25 pontos, 2º soma 18 pontos, 3º marca 15, 4º soma 12, 5º anota 10 pontos na sua classificação, 6º marca 8, 7º pontua com 6 e 8º com 4 pontos).

Nos esportes coletivos, será pega a classificação final de masculino e feminino com os oito melhores dentro da modalidade recebendo pontos (na ordem 25-18-15-10-12-10-8-4) e os oito melhores na soma dos pontos de masculino e feminino pontuam na classificação geral.

Em caso de empates entre duas ou mais países numa colocação a pontuação será dividida, podendo ocorrer frações para facilitar a visualização do leitor. O ranking no seu top-8 ficou da seguinte forma:

  • Rússia em 1º com 140 pontos
  • Estados Unidos em 2º com 138 pontos
  • Japão em 3º com 92,3 pontos
  • França em 4º com 76,5 pontos
  • Austrália em 5º com 68,6 pontos
  • Nova Zelândia em 6º com 62,6 pontos
  • China em 7º com 59,3 pontos
  • Grã-Bretanha em 8º com 59 pontos

O Brasil é o 13º com 25,1 pontos, ficando na frente de Países Baixos (16º com 24 pontos), Canadá (17º com 22,3 pontos) e Alemanha (18º com 18 pontos).