Santos é o único brasileiro da noite em torneios da Conmebol nesta quinta-feira a vencer - Esporte Jundiaí Santos é o único brasileiro da noite em torneios da Conmebol nesta quinta-feira a vencer

Dos três brasileiros que jogaram nesta noite de quinta-feira por torneios de clubes da Conmebol, apenas um saiu de campo com a vitória. E foi o Santos que largou bem no seu confronto de quartas de final da Copa Sul-Americana. Pela Sul-Americana, o Athletico-PR perdeu e pelas quartas de final da Libertadores o Fluminense precisou empatar o seu jogo.

Jogando em casa, o Fluminense empatou por 2 a 2 com o Barcelona de Guayaquil, pelo confronto de ida das quartas de final. O Peixe venceu o Libertad por 2 a 1 também pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Pela mesma fase também, o Athletico-PR foi derrotado pela LDU, em Quito por 1 a 0, também pela Copa Sul-Americana.

Na sua partida, o Tricolor Carioca saiu na frente com gol de Gabriel Teixeira, aproveitando rebote da defesa adversária, aos 25 minutos do primeiro tempo. Só que o Flu sofreu o empate, com Preciado, de cabeça, aos 23 minutos do segundo tempo. O time equatoriano virou aos 42 minutos, com gol de pênalti convertido por Cortez, só que Fred, também de pênalti, aos 49, empatado o jogo para os cariocas. Com o 2 a 2, o Flu para se classificar na próxima quinta-feira, em Guayaquil, precisa vencer ou empatar a partir de 3 a 3.

No seu jogo, o Alvinegro Praiano saiu na frente com gol de Carlos Sánchez, aos 42 minutos de jogo, em cobrança de pênalti, que apenas confirmada pelo VAR. No segundo tempo, logo depois a expulsão de Kaiky, o Peixe tomou o empate aos 12 minutos, com gol marcado por Bocanegra, que chutou forte em cobrança de falta. No último lance da partida, aos 47 minutos do segundo tempo, o zagueiro Barboza anotou contra e decretou a vitória aos santistas.  Com o 2 a 1, o Peixe joga pelo empate na próxima quinta-feira, em Assunção.

O Athletico-PR perdeu com um gol sofrido aos 41 minutos do segundo tempo, marcado por Reasco, que chutou sem chance para defesa para o goleiro Bento. Com a derrota, o Furacão somente se classifica na próxima quinta-feira, em Curitiba, se vencer por dois ou mais gols de diferença.