Thiago Batista: (Alguns) Torcedores do Paulista precisam ‘baixar’ a corneta! - Esporte Jundiaí Thiago Batista: (Alguns) Torcedores do Paulista precisam ‘baixar’ a corneta!

Incomoda estar na última divisão do Campeonato Estadual. Claro que incomoda, até porque o Paulista não faz 20 anos ganhou Copa do Brasil e esteve disputando Libertadores. Só que precisamos aceitar a realidade que o clube enfrenta em 2021. É a mais pura verdade é que o clube não tem “11 Messis” no Jayme Cintra – e nenhum time ou seleção possui. Nem mesmo um “Márcio Mossoró”. Agora na boa, alguns torcedores do Paulista precisam acordar urgentemente para realidade e baixar as suas cornetas ao atual time. Para alguns parecia uma vergonha empatar fora de casa com a Mauaense no sábado, um resultado que na competição foi muito bom para o Galo – basta ver a classificação. Pior a forma que algumas críticas estão sendo feitas aos atletas, que estão passando do nível de crítica para grosseria.

Acho que alguns torcedores do Paulista precisam baixar a bola. Precisa encarar a realidade. Acho que se pode criticar, mas não com o tamanho da corneta que está sendo feito. O time está em SEGUNDO LUGAR no grupo, com três pontos de vantagem para o quarto colocado da chave. E dos cinco jogos do returno, o Tricolor faz TRÊS EM CASA.

Não acho que o Paulista perdeu dois pontos em Mauá. E sim ganhou um ponto em Mauá. E o Mauaense para a divisão é um bom time. Com o Paulista para a ‘Bezinha’ tem um time interessante. Estou falando de uma equipe que está jogando a 4ª divisão de um campeonato estadual, não da divisão especial da liga interplanetária, mas nem também da 2ª divisão do campeonato amador de um bairro de Jundiaí. Será que podemos falar de algo real. Para a ‘Bezinha’ o time tem peças interessantes.

O importante neste modelo de competição, que é curta, sem muito tempo para treinar entre os jogos (ou esqueceram de ver calendário?) é classificar as oitavas de final, quando começa outro campeonato, onde o Paulista pode estar em três dias inspirados e conquistar o acesso. Sim três dias inspirados, pois por exemplo, goleadas nas partidas de ida das oitavas de final, quartas de final e semifinal podem ser suficientes para conquistar a classificação e no fim o acesso.

Outro aviso aos torcedores: 2019 já acabou faz 21 meses. Aquele campeonato foi uma exceção. Era até “outro mundo”. A ‘Bezinha’ de 2021 é mais forte em nível técnico. O campeonato não tem “vinte” Atlético de Mogi e o Barcelona na disputa. O torneio está muito forte.

Além do Paulista, Taquaritinga, Catanduva, XV de Jaú, Rio Branco, Independente, Flamengo, Mauá e Usac estão brigando por classificação e com campanhas fortes agora e são muito candidatos ao acesso. Ainda tem o Manthiqueira que fez ótimo playoff ano passado, uma Matonense que começa a crescer como o Galo.

Alguns torcedores precisam acordar para a realidade. A ‘Bezinha’ de 2019 já foi – onde o Paulista de forma merecida ganhava dentro e fora de casa. É preciso encarar a realidade, onde o importante em uma competição com grupos e depois “mata-mata” é ter campanha acima de 50% dos pontos disputados. E no momento o Paulista tem 53%. E o Tricolor tem uma chance de ter um returno melhor, com três jogos em casa, onde se vencer os três garante classificação.  

É hora de baixar um pouco as cornetas. E encarar a realidade que estamos é na ‘Bezinha’ de 2021, não a de 2019. Paulista tem um time aceitável para a 4ª divisão do Paulistão.


Thiago Batista é jornalista e editor-responsável pelo Esporte Jundiaí. Trabalha desde 2006 na área, com passagens no Lance (Caderno do Interior – cobrindo o Paulista), Agência Bom Dia, Jornal da Cidade e Jornal de Jundiaí, Rádio Cidade Jundiaí, Rádio Difusora Jundiaí, TV Japi e TVE Jundiaí.